• Bia Frizzarin

Auto estima. A maternidade. E a fotografia!


Era sobre um corrente baseada em sororidade no Instagram (s√©rio? Corrente? ūü§¶ūüŹľ‚Äć‚ôÄÔłŹ). Uma foto sozinha em PB. E depois foi sobre eu n√£o encontrar uma unica foto sozinha desde a minha gravidez (uau. Sim, essa foi a minha rea√ß√£o quando percebi). Tr√™s anos e meio atr√°s. Era sobre uma corrente que as vezes eu n√£o vejo o motivo (eufemismo aqui pra amenizar o que eu acho sobre correntes ūüėā), e agora √© sobre uma interioriza√ß√£o profunda que 2020 tem permitido a todos, mas que s√≥ alguns se permitem viver (profundo mesmo rs). Talvez eu ache meio narcisista tirar fotos de mim mesma. Talvez seja o amor pr√≥prio que ficou em algum lugar l√° atr√°s. (Meio termo existe?). Era sobre uma corrente e agora √© sobre refletir sobre a mudan√ßa no corpo, mudan√ßa de mente, mudan√ßa de estado f√≠sico e psicol√≥gico, mudan√ßa de profiss√£o, mudan√ßa de cidade, mudan√ßa de vida, mudan√ßa na conta banc√°ria, mudan√ßa nas prioridades e nas vontades pr√≥prias (Ali√°s estou pensando se tem algo em mim que continua sendo como era h√° tr√™s anos atr√°s) -„Äč de constante s√≥ vejo as mudan√ßas mesmo. Era sobre uma corrente e chego a conclus√£o que √© a mim mesma a quem devo cumplicidade, lealdade e cuidado. E espero continuar fazendo mais fotos de mim mesma e de muitas outras mulheres que se reencontram quantas vezes forem preciso durante os anos de suas vidas!(Exclama√ß√£o)!

8 visualiza√ß√Ķes0 coment√°rio