• Bia Frizzarin

2020 e tudo o que ele nos traz!

1 de janeiro de 2020. 00:01h. Éramos eu, meu filho e meu marido na rua, olhando os fogos, nos abraçando e sentindo uma explosão de energia boa pro que viria nos 12 meses seguintes. Foram três anos entre o processo de aceitação das mudanças que a vida me presenteou, e no fim de 2019 decidimos que o nosso estúdio de foto e criação aconteceria! Começamos a reforma e na semana em que terminamos... quarentena. oi? coronavírus. angústia. medo. oi? e agora? 3 anos de planejamento e muito estudo, e começamos no primeiro dia de quarentena? Rs sério? Sim... Poderia me derrubar, e até me derrubou por algum momento, e em alguns dias me sinto bem derrubadinha rs... dias de luta e dias de glória! Mas cheguei no motivo dessa postagem! Eu acredito muito naquela história de que nem uma única folha cai da árvore, na hora ou no lugar errado, e que exatamente cada respiração nossa acontece por um motivo exato, na hora que deve acontecer e da maneira que deve acontecer. Não é sobre religião, é sobre uma fé ensurdecedora. E é disso que vivemos e construímos os nossos sonhos, em especial nesse ano. Muito trabalho, foco, foco, e mais um pouquinho de foco, foto, orçamento, redes sociais (uau que desafio!), planejamento, cliente, tratamento, álbum, diagramação, quadro, impressão, criação, filho, aula online (meu Deus), casa, álcool, mascaras, sapatos pra fora da porta, mais fotos, cenários, cores, composições, louça na pia, família pra alimentar rs, precisamos de sol, distanciamento social, sem amigos, sem churrasco, sem barzinho e até distante dos nossos pais, mais fotos, muito esforço, foco (quando perco o foco é esse momento derrubadinha que disse aí em cima rs), e muita, mas muita vontade de que tudo dê certo, que tudo fique bem, e não estou falando só do estúdio, não, quero muito que o mundo fique bem! Quero meus amigos por perto de novo, quero noitadas de pizza, vinho, crianças derrubando a casa! Quero estar perto dos nossos pais todos (absolutamente todos) os momentos em que pudermos estar. Quero praia, cachoeira, ar úmido! Quero que meu filho cresça de pés descalços em contato com a terra, com os animais, com a vida. E é por querer tanto, tudo isso, que preciso fazer a minha parte e viver todos os dias (os bons e os ruins) intensamente e com gratidão. Porque se existe uma coisa que 2020 nos deu de presente, não foram as milhões de dificuldades que estamos passando não... foi a gratidão que aprendemos a sentir de graça, pela vida, pela saude nossa e dos nossos, gratidão pelo aprendizado e pela existência! E vou terminar por aqui esse post, mas espero que a história continue, exatamente da maneira como planejamos, em 2020, 2021, 2033, 2045, 2050, e espero que até eu ficar bem idosinha (mas conseguir continuar escrevendo sobre os dias vividos por aqui!)! E você? Como tem sido o seu 2020? O que você tem aprendido com as dificuldades?!!!!

91 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo